FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Letters to... Nobody

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Letters to... Nobody

Mensagem por Lady Rebel em Sex Dez 20, 2013 9:04 pm

Querido Desconhecido:
Ao longo dos tempos tenho vindo a deparar-me com as contrariedades da vida, com as frustrações causadas por actos passados que têm vindo a atormentar-me.
Sinto-me incompleta, vazia, nada em mim faz sentido e nada em mim é concreto. Sinto-me como se correspondesse ao significado da palavra "abstracto", aqui, perdida de ti... perdida no mundo.
Agora, neste vale verdejante preenchido por flores selvagens que crescem por entre a ramagem bravia, imagino o teu olhar pensativo, sempre tão longe, mas sempre tão perto, como se fosses um qualquer ser omnipotente, omnipresente, em lado nenhum e em todo o lado. O teu sorriso vago... esse sorriso vago e misterioso que me causava arrepios, nunca saí da minha mente nem por um simples segundo.
Estou só, quem sou eu, quem és tu, quem somos nós, seres humanos, seres mortais e o qual o nosso objectivo neste mundo quando não podemos partilhar cada sorriso, cada momento, uma simples conversa com quem amamos?
Acho que alcancei essa resposta à já vários anos: nada. Não somos nada. Aliás, somos... somos um pequeno ponto no meio de tantos outros nesta vastidão que é o universo, apenas isso e nada mais.
Sorrio. Qual será o significado de tão pequena palavra? Será a falta de existência de algo? Que dirias tu sobre isso? Que divagações percorreriam a tua mente intelectual perante uma pergunta simples como a minha?
Terás também, certamente, reparado na falta de coerência das minhas palavras, na imperfeição das minhas frases, mas o único ser realmente perfeito entre nós os dois eras tu e, agora que te foste, agora que não mais me amas, o mundo parece ter perdido parte do seu sentido.
A minha vivacidade, aquela que tu odiavas e ao mesmo tempo amavas porque durava 24 horas, agora tem um tempo limite.
Tento erguer-me, enfrentar a situação e continuar com a minha vida, mas o meu coração lascado teima em sangrar constantemente e não há qualquer remédio para o curar.
Se estiveres a ler esta curta carta, que espero que não, sei que pensas que virei uma fraca, nada em mim é mais tão atractivo como dantes, que as minhas palavras perderam a personalidade forte que eu lhes transmitia, mas eu sei que com o tempo tudo voltará ao que era dantes... ou talvez tudo o resto que me espera será a sofreguidão da morte, a crueldade de um destino infeliz...
Sem mais quaisquer palavras,
A tua amada.


N/A: Olá pessoas! Eu escrevi esta "carta" num momento de inspiração e pensei que, se gostarem, a partir dela posso escrever uma long-shot, contar a história toda desde o inicio até este momento e sabe Deus mais o quê!
Portanto, comentem, digam-me o que acharam e logo se verá! ;)
Beijinhos da vossa Lady Rebel!  <3
avatar
Lady Rebel
Austen
Austen

Localização : Para-Para-Paradise!

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Letters to... Nobody

Mensagem por Haneul em Dom Dez 22, 2013 9:32 pm

Ok, estou à espera da péssima escritora.

Uma carta uma pouco melancólica e desanimada. Tudo na vida passa só temos que dar tempo ao tempo, por mais cliché que isto possa soar.
avatar
Haneul
Homero
Homero

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Letters to... Nobody

Mensagem por Lady Rebel em Seg Dez 30, 2013 9:11 pm

Hello, Hanuel!
Bem, é verdade que com o tempo tudo passa, mas enquanto não passa fica a amargura do momento!
avatar
Lady Rebel
Austen
Austen

Localização : Para-Para-Paradise!

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Letters to... Nobody

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum