FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Não pares, nunca pares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Não pares, nunca pares

Mensagem por Cate em Seg Ago 26, 2013 8:23 pm

E hoje, no calor da noite, neste clima tropical húmido, sinto as gotas do nosso amor que, outrora fora escrito em papéis de parede colorido, a desvanecerem-se com o simples toque dos dedos cansados de uma alma solitária. Cada uma, lentamente, vai absorvendo cada momento, cada página e cada historia que a nossa vida contém. Vai apagando lentamente, dolorosamente, como se se tratasse de uma doença fatal. Vejo uma pequena menina a ir em direcção ao nosso local, a ir de encontro ao destino das nossas almas. Ela toca na parede e sente os dedos a ficarem humedecidos, as pequenas e lustrosas gotas de chuva começam a deslizar pela face e a pequena menina fecha os olhos com toda aquela acumulação de sentimentos e memórias de outros corpos. Arrepia-se, sente o ar a tornar-se cálido, num fechar de olhos sente uma brisa gélida. Uma tempestade de emoções e voltas que a vida lhe estava a ensinar nos curtos minutos em que a sua mão tocou aquela parede.

       Observo cada movimento dela, como se lhe entrasse na alma e conseguisse perceber de que matéria é feita. Como se conseguisse sentir o que sente, tal como numa tela de cinema. Ela volta a tocar, movida pela raridade de experiência que aquele invulgar local contém. Ela toca, e as lágrimas caem-lhe do rosto, sendo seguidas por sorrisos e gargalhadas. Observo a boca dela mas mantém-se serena em todos os toques. Apercebo-me que é a minha consciência que evoca tais sintomas bipolares, pólos opostos de momentos em que o mundo se repartia em metades desiguais.

        Ela continua, não quer parar e, quando o seu pequeno corpo não suporta mais tamanha força, deixa-se cair no húmido chão coberto de folhas e a sua respiração ecoa por toda a parte. A minha cabeça dói, os gritos saem-me pela alma, a carne é devorada pelo peso da culpa, por tudo o que está entranhado e é a resposta para todas as preces, mas não pode sair. E eu matei-a, matei a pequena menina que havia em mim. Matei-a com tudo o que mantenho escondido e com todos os pequenos segredos que fazem de mim algo irrepreensível.

(ok é o primeiro que posto aqui, don't be mean to me, please xD)
avatar
Cate
Austen
Austen

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não pares, nunca pares

Mensagem por DeathlessNokas em Seg Ago 26, 2013 11:13 pm

Haaaaaaaaaaaaaaaaaaallo! Bem, foste rápida XD

Primeiramente tenho a dizer-te q não vou deixar de ser terrivelmente maquiavélica só porque é o teu primeiro texto, okai? :P XD


(((---tou a brincar :P . Tento ser sempre simpática nos meus comentários, acho q ser mau pq sim é estúpido, improdutivo e estúpido outra vez. ^_^ Lalala# Avançando*)


Ora bem, para já, acho q te encaixas num perfil que tenho vindo a encontrar muitas vezes...  Posso estar errada, mas vejo-te junto com o resto das pessoas que se esforçam por usar palavras incomuns, ou, no mínimo, palavras do registo linguístico EXTREMAMENTE CUIDADO.

ATENÇÃO!, não há nada de mal nisso, nem na minha perspectiva nem na de ninguém!... Escreveres de forma cuidado é uma coisa boa e nunca deves deixar de o fazer!

Agora, a coisa menos boa (sinto-me na obrigação de referir: tudo o q vem neste comentário é uma expressão da minha opinião, podes muito bem aceitá-la e compreender o q estou a dizer ou ignorar-me completamente e mandá-la pela janela! XD).... E essa coisa menos boa é, de facto, quando se nota esse "esforço".

Deixa-me explicar, antes q tires conclusões precipitadas sobre o q estou a dizer: não é que eu queira dizer que é um trabalho imenso para ti usares esse tipo de palavras porque és ignorante e nem usar um dicionário sabes XDDD mas q pensas q se deve escrever assim e q suas para o tentares fazer.... XD.

Quando eu digo "esforço" quero dizer que se nota que é, de facto, uma opção racional optares pelas palavras que vão constituindo o texto. Por exemplo, imagina que compras um barco de brinquedo super fofo... e imagina isso comparado com um barco feito de lego. Opah, não quero menosprezar os Legos, adoro-os completamente, mas aqui eles representam uma coisa: no barco de legos, vê-se as peças todas e os ângulos brutos das ligações entre elas. No barco que compraste é tudo mais suave...  ... Pronto, exemplo parvo.

Imagina uma linha numa folha, feita com uma passagem de um pincel. É assim a "imagem" de um texto fluido e com "ar" natural. Agora, podes fazer a mesma linha noutra cor e com outro pincel, fazendo pequenos traços de cada vez. Com jeito, jamais se nota q são muitas linhas juntas, parece uma linha grande. Mas, olhando de perto, vê-se os ângulos das pinceladas e a "linha inteira" parece-nos então quebrada, embora não esteja....

Bolas, é difícil de explicar XD . Se não percebeste, diz, q eu vou inventar uma nova metáfora, provavelmente com comida... Apetece-me comer pizza....


ADIANTE*** Aquilo de que eu estava a falar manifestou-se quando eu o li o teu texto e o sentimento ou o "ritmo" que se vai construindo ao longo de uma frase e ao longo de um parágrafo perdia-se porque uma palavra era bonita, mas demasiado para aqui ou ali, e saltava à vista, ou tinha uma aplicação subjectiva na situação em q a aplicaste e isso quebrava a suavidade da leitura... Aconteceu-me a mim. Não quer dizer que aconteça ao mundo inteiro XD sim ???? @.@ !!!!!!!!!!!!!!!! Podes sempre ignorar aquilo q eu digo!

Por outro lado, tens uma fluidez a nível frásico impressionante, usas as palavras todas no sítio certo, sem deixares dúvidas em relação a parte nenhuma da frase, e isto sem erros nenhuns e, por muito "simples" q um elogio sobre a tua correcção ortográfica seja, nunca é de menosprezar ou ignorar! É uma coisa muito, muito boa e até rara....! (ufff, acredita, tenho sempre vontade de mandar chocolates a quem escreve direito XD, e como passei uma vista de olhos no Nyah esta semana, estou pronta a enviar Chocolates com recheio de Chocolate XD  a qualquer pessoa q escreva direitinho, por me ajudar a superar o trauma XD).
-------------------------

Sobre o texto em si :P

Devo confessar que, a início, me senti um  confusa. Quer dizer, gotas de suor, páginas, papel de parede... E, de repente, alguém toca nesse papel de parede! XD Foi um bocadinho chocante porque achei que era tudo metafórico, e, através do toque, as coisas deixam de ser metáforas e tornam-se reais XD. Foi, como disse, chocante (fui apanhada de surpresa). E então, depois disto, somente no final do texto percebi que estas metáforas que afinal eram descrições de coisas reais, eram descrições de realidades METAFÓRICAS XD . Foi uma viagem e tanto XD . Mas gostei muito da mensagem da tua história e do caminho que levaste para o percorrer...

Sabes criar imagens mentais sintetizadas muito facilmente e isso é uma coisa super gira para nós, que lemos :P . Também dás algum sentimento a essas imagens, o q também é super giro :D --- a minha motivação qnd leio, já agora, é exactamente esta: sentir. E acho q não sou a única...........

Tenho apenas uma coisa a dizer: imaginei a rapariga como sendo uma miúda praí com 6, 7 anos, já que a descreveste como "menina"... E tive a sensação que quando ela tocou na parede, teve uma reacção quase erótica... E isso perturbou-me XD nunca gostei de Shota-con nem de Loli-con...

MAS!, isto pode ter acontecido por 1 de 4 razões:
- A 1ª é q eu entendi direitinho o q querias dizer, mas tu não te tinhas apercebido da conotação das tuas palavras quando escreveste/ releste isto, porque não era o q querias dizer/ ou era, mas não com tanta... *cof cof* ero-coisa.
- A 2ª razão é culpa minha: percebi mal a idade da miúda.
- A 3ª -- mea culpa: percebi mal as sensações que ela teve ao tocar na parede.
- A 4ª é fusão dessas duas: percebi mal a idade E as sensações XDD .


Anyhow, fiz uma careta quando a "MENINA fecha os olhos com toda aquela acumulação de sentimentos e memórias de outros corpos." -------------- outros corpos. tem conotação sexual, quer queiras, quer não XDD

Mas gostei do teu texto ^_^ Põe mais umas shorties por aqui ou partilha uma long shot connosco :) !
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não pares, nunca pares

Mensagem por Cate em Ter Ago 27, 2013 12:13 am

Hii :)
Primeiro que tudo, obrigada pelas criticas. Vou começar pelo mais simples. Entendo que aches que a minha escrita é forçada, todos me dizem isso quando se deparam com um texto meu, não é nada que não esteja habituada. Mas a verdade é que eu nao revejo os meus textos, escrevo-os e deixo-os ficar nos rascunhos do computador, ou publico no meu blog. Desde pequena que sempre fui muito metafórica, mesmo quando não sabia o que isso era. Tive literatura portuguesa e isso influenciou muito a minha escrita, todos os dias tinha de escrever textos sobre variados temas. daí o parecer forçado também. Não estou a criticar, tens todo o direito de achar que parece muito esforço da minha parte para ficar bem :D mas quis só esclarecer porque, e talvez veja depois em outros textos meus, eu sou mesmo assim. mesmo na maneira de falar ;)
quanto ao conteudo erótico e de viagens xD Este texto já tem uns meses. é o espelho da minha vida(que era completamente inocente) e a mudança a que fui submetida, do nada e tantas outras coisas que nao conseguiste descodificar xD a menina é descrita de modo a parecer mais nova, por volta dessa idade por causa da sua pura inocência, até mesmo dos seus pensamentos. Mas nao era assim tão nova só que, ao deparar-se com o erotismo real a que assiste e que vive, torna-se lasciva, mesmo que nao se perceba em tudo quanto são linhas. fico contente que tenhas gostado, e sempre bom saber :) beijinhos
avatar
Cate
Austen
Austen

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não pares, nunca pares

Mensagem por DeathlessNokas em Ter Ago 27, 2013 4:51 pm

Obviamente, há mais sentidos no texto... Sente-se e percebe-se isso :) . Mas cada um faz a sua interpretação; jamais poderia dizer "olha, escreveste isto assim e assado porque tens na tua história de vida real aquele acontecimento!". Cada qual tem o seu percurso e ele molda a nossa personalidade e a nossa maneira de ver as coisas. Se eu conseguisse descodificar o teu texto "à tua maneira" era mau sinal: ou eu era bruxa e alguém me atiraria para uma fogueira, ou seria tua stalker e alguém me atiraria para uma prisão XDDD.

Anyhow, fico contente por ela não ser assim tão nova XD . E agora q sei q ela também é, em si, uma metáfora de um "eu" (tu, autora) mais novo, em vez de uma personagem real (embora criada com o intuido de ser usada metaforicamente), sinto-me mais leve por dentro XD e consigo compreender um pouco o que quiseste dizer: como ela é uma metáfora e não uma personagem real já consigo compreender q ela represente o "teu" lado infantil, quando tu mesma és mais velha, e foste forçada a encarar uma realidade que, tendo tu um grande lado infantil ou não, nunca te será perturbadora, mas apenas avassaladora.

---se errei, atira uma pedra à minha cabeça, sim? XD---

Sim, gostei :)

--beijinhos ^_^
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Não pares, nunca pares

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum