FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Férias na Cabana - Parte 1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por TheMarieSousa em Sab Jul 27, 2013 1:39 pm

Um grupo de jovens entre os dezoito e os vinte-cinco anos decidem passar as melhores férias da sua vida, e encontram-se numa esplanada com vista para o mar para decidirem o local onde passariam a próxima semana. O calor faz-se sentir nas peles brancas dos 5 jovens, que se refrescam com sumos de laranja. Estão ansiosos por decidirem o local e começarem a fazer as malas.
João, de dezoito anos e irmão de Marco, de vinte-cinco anos, dá a sugestão de irem para um parque aquático. Daniela, de vinte e três anos e namorada de Marco, pensa em ir para uma área rural. Vítor e Eduardo, de vinte anos e irmãos gémeos, dão a ideia de irem para uma cabana que viram na internet. Cabana essa que tinha um tanque que faria de piscina, 3 quartos, uma grande cozinha, duas casas de banho e uma sala com alguns jogos, dos quais snooker. E ficava por apenas 100€.
-Esperem lá, 100€? Não acham isso barato demais? – Perguntou o João.
- O objectivo é esse. Não queremos umas férias a baixo preço? Eureca! – Respondeu o Vítor.
- Pois eu cá acho que o João tem razão. Deve haver custos adicionais. Não é possível uma cabana destas ficar por 100€ numa semana – afirma a Daniela.
- Não vos entendo. Não acreditam na bondade das pessoas? É um local para pessoas como nós passarem férias. – Salienta o Eduardo
- Vamos a votos! Eu gostei da ideia – responde prontamente o Marco – quem quer ir para a cabana levante o braço!
Todos, à excepção do João, levantaram o braço.
- Então rapaz? – pergunta o Vítor.
- Eu quero é ir para a praia e divertir-me! – Responde o João.
- Tens bom remédio, não venhas! – Respondeu o irmão.
- Daniela! Tu achaste estranho o preço e agora queres ir? – Questiona o João.
- Pois mas o… Quem és tu? O Eduardo ou o Vítor? Não interessa! Ele tem razão. É um espaço para jovens como nós que não podem pagar muito. Anda lá, vai ser divertido! – Respondeu a Daniela.
João não tinha hipótese, ou ia com eles ou ficava em casa. Acabou por ceder. Vítor e Eduardo eram simplesmente iguais, era impossível distingui-los, e começaram a planear o que iriam levar.
- Cervejas! Vodka! – Ouvia-se na esplanada.

Passados cinco minutos aparece o empregado com 5 cervejas e uma Vodka no tabuleiro. Pensou que aquele alarido fosse pedidos. Daniela soltou uma larga gargalhada e Marco não se atrasou em ridiculariza-los.
- AHAHAHAH, só vocês! Esta é por vossa conta! – e começou a beber uma cerveja.
João tinha ficado “amuado” por não ir para uma praia e mantinha-se longe daquela conversa toda.
- E quando é para partir? – Perguntou a Daniela.
- Que tal na Segunda-feira? – Questionou o Vítor.
- Mas isso é daqui a dois dias! A Cabana não deve estar disponível. – exclamou o Marco.
Vítor pegou no telemóvel e ligou para o proprietário da cabana. Estiveram à conversa uns largos dez minutos:
- A cabana está disponível! Reservei por uma semana, lá vamos nós! Toca de ir fazer as malas!
Prontamente todos se levantam até que o empregado da esplanada os chama:
- Não tão depressa! Quem vai pagar as cervejas e a vodka?
Vítor e Eduardo juntaram o dinheiro que tinham e lá efectuaram o pagamento.
Durante a noite cada um fazia as suas malas. Na casa de Marco e João havia uma mala pertencente a Marco, e três de João:
- Puto! Para que é tanta coisa? – Pergunta Marco.
- Então, é uma mala para a roupa, outra para os perfumes e a última é para os meus CD’s da Lady Gaga! – Responde João.
- Tu ouves Lady Gaga? – Questiona o irmão.
- Claro, tenho bom gosto músical! – Exclama o mais novo.
- Nota-se! – Responde Marco – Mas olha, tu vai para uma floresta, não precisas cá desses perfumes e gel de cabelo maricas. És pior que uma mulher!
- Não sou porco como tu! – diz João, começando a ficar chateado.
Em casa de Daniela, outras três malas estão prontas.
- Credo rapariga! Mas tu vais viver para o Alasca ou quê? – Questiona a mãe de Daniela.
- Então mãe, levo as minha roupas, os meus cremes, os perfumes, o protector solar, a toalha de praia, 4 bikinis… - enumera Daniela.
- Mas para quê tanta coisa, não vais acampar?
- Quase isso mãe… Mas tenho de me arranjar não é? – Pergunta Daniela.
- Sim, Sim, está bem! – diz a mãe, abandonando o quarto da filha.
Na casa dos gémeos Vítor e Eduardo estão duas grandes malas já à porta!
- Oh meu, isto vai ser tão fixe! Vodkas prontas! Amanhã quando formos às compras temos de comprar cerveja, e muita! – Diz o Vítor.
- E muita comida! Vamos comprar imensas pipocas, gomas, chocolates! Isto é que vão ser férias! – Continua o Eduardo.
- Não te esqueças de levar a navalha, pode fazer falta!
avatar
TheMarieSousa
Austen
Austen

Localização : Barreiro

Histórias Publicadas : -----------

http://palavrasocas2.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por Fox* em Qui Ago 01, 2013 10:24 pm

Eu invejo pessoas que consigam fazer planos de férias assim tão facilmente porque quando quero combinar alguma coisa passam-se semanas antes de ter uma certeza. No entanto eles preparam tudo no instante e já estão prontos a sair (fui a única a achar estranho o preço da casa e o facto de estar tão depressa vaga?)

Tenho de apontar o mesmo que da última vez, a rapidez com que contas a história, sem descrições e sem aprofundares nada. Sei que ainda é o início, como um prólogo, mas é uma coisa de que gosto bastante nas fics, descrições. Sobre o ambiente, as características físicas e psicológicas das personagens, tudo o que me faça sentir dentro da acção, como se estivesse lado a lado com os intervenientes. Adoro quando fazem referências ao passado de alguém ou a alguma característica de certa personagem porque isso dá-lhe uma dimensão na minha mente e faz-me interessar por ela. Pus-me aqui a falar à toa de uma história que não é a minha e tu podes ter formas diferentes de a escrever e de lidar com as suas características! Espero que não leves a mal e que continues a deixar a tua história aqui :)

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por TheMarieSousa em Seg Ago 12, 2013 3:40 pm

Olá Fox, sim ainda é um inicio. Já há muitas coisas escritas, e acho que vais gostar hehe. Obrigado pela tua opinião ;)
avatar
TheMarieSousa
Austen
Austen

Localização : Barreiro

Histórias Publicadas : -----------

http://palavrasocas2.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por DeathlessNokas em Qui Ago 15, 2013 9:28 pm

Hallo!

.... Como este comentário tem 3 metros de comprimento, tem o corpo dentro de um Spoiler :)
Spoiler:
Bem... Normalmente eu leio tudo e só depois faço um comentário geral. Mas li a primeira frase e tive de parar, tinha de comentar... Então fiz log-in, reli a primeira frase... aproveitei e li todo o primeiro parágrafo... e cá estou eu comentando APENAS isso neste momento.

"Um grupo de jovens entre os dezoito e os vinte-cinco anos decidem passar as melhores férias da sua vida, e encontram-se numa esplanada com vista para o mar para decidirem o local onde passariam a próxima semana."

Ora bem. Porque é que isto me fez parar? Porque quando alguém lê uma história, espera ser levado com ela. É a pessoa que tem de descobrir certas coisas, ou, pelo menos, sentir que as descobre. O que é que acontece nesta primeira frase: levamos com a informação toda na cara.

E não estou a usar esta analogia de forma liberal... É como se nos dessem, realmente, uma "chapada" mental XD .
A primeira frase, o primeiro parágrafo (ok, pronto, primeiras dez páginas) devem fazer uma pessoa querer ler o resto, sorrir ou assustar-se ou sentir arrepios ou sei lá. No fundo, querem sentir curiosidade por descobrir o resto, descobrir quem são as personagems que tu vais pôr em exposição e entender os teus motivos para querer contar uma história sobre elas.

É assim, ok, se calhar estou a ser um bocadinho bruta... Nem eu consigo criar coisas fixes XD venho aqui apontar o dedo aos outros... Mas a verdade é que sou uma leitora exigente e acho que, relendo o que disse acima, a mensagem não está clara, então vou dizê-lo sem rodeios: se isto fosse um livro, depois de ler a primeira frase eu fazia uma careta, pousava-o na prateleira e ia procurar outro para comprar.

Desculpa se estou a ser brusca, mas é a verdade. Foi tão "pimba, toma lá isto!" a sensação que tive, foi uma coisa tão agressiva, que estou a fazer o que nunca faço e estou a julgar um capítulo inteiro baseado na primeira frase... Mas acho que expliquei direitinho o porquê de estar a fazer isto: porque a primeira frase é qualquer coisa de muiiiito "toma lá isto, estou a ditar-te coisas para perceberes o resto, porque o resto é fixe e por causa disso eu estou a tentar chegar lá o mais rápido possível!"... E agora digo-te eu: como posso confiar que o resto é fixe (obviamente que tu achas que é fixe, ou não estarias a escrever esta história, não é?) se tu me dás uma primeira frase feia, que é o que devia ser mais fixe da história toda?

Percebes o que estou a tentar querer dizer? Se a parte inicial é aquilo que deve agarrar um leitor à história não faz o leitor agarrar-se à história -- aliás, se o afasta com uma única frase -- então também tenho o direito de achar que o resto não vai ser bem aquilo que deveria ser: uma história interessante.

Percebes como funciona isto? É assim comigo e com muita gente: pegamos num livro porque a capa é gira e, em seguida, lemos a contra-capa. Se for interessante, sentimos uma espécie de curiosidade vinda directamente da alma para nos levar a abrir e ler as primeiras linhas. MAS, se o resumo da contra-capa estiver super bem feito, tu resistes à tentação e compras logo o livro, lês as primeira, as do meio e as últimas páginas em casa de uma só vez. Ou, pelo menos, assim esperas tu.

Percebes? O resumo da contra-capa é uma espécie de Currículo do livro: se for interessante, marcamos entrevista (lemos as primeiras páginas), se for absolutamente espantoso, contratamos logo a pessoa, mandando a entrevista ir dar uma volta (ou seja, comprando logo o livro).

Como tu não tens CV do teu livro, tenho de o julgar pela entrevista (primeiras linhas) e é como se eu estivesse a oferecer um lugar numa loja de produtos de luxo virado para um público chiquíssimo e o candidato entrasse a mascar pastilha elástica de boca aberta XD.

~E, bom, este exemplo pode ser ridículo ou até interpretado com ofensivo... Mas a minha intenção não é essa, é mostrar que a minha expectativa em relação à tua história e primeira impressão que ela me causou terem sido completamente díspares. Tenho, como leitora, uma expectativa altíssima em relação àquilo que leio. A primeira frase foi um choque terrível e nada daquilo que estava à espera.

Desculpa, sei que estou a ser bruta... Mas prometi-te que lia a tua história (motivo número um) e como gostei da tua One Shot (motivo número 2!) vou agora dar-lhe agora uma oportunidade, porque acho que deve estar qualquer coisa de muito interessante :)

Mas, lá está, normalmente eu não sou tão "má" a comentar porque não leio histórias que me surpreendam desta maneira com a primeira linha. Normalmente, fecho-lhes a porta e vou procurar outras. Depreendo que alguém que vai a correr contar a história e nem se preocupa em interessar os leitores pela mesma, só vai querer comentários supérfulos como a história deles é. Como já sei de antemão que não vais reagir assim e que não és assim, comentei e fiquei por cá, vou ler o resto e depois escrevo sobre isso :)

Ah, só mais um reparo (mas prometo que não vou ser má nem fria como antes! Peço desculpa novamente por isso!) sobre a parte inicial: lembras-te de eu dizer que o início ou faz um leitor colar-se ao texto ou o faz abandonar o navio? Bom, uma maneira de fazer as pessoas ficarem bem impressionadas com a tua história é fazê-las ficar interessadas e impressionadas com as tuas personagems. E qual é a melhor altura para fazer isso? Apresentando-as pela primeira vez. Mas...

"O calor faz-se sentir nas peles brancas dos 5 jovens, que se refrescam com sumos de laranja. Estão ansiosos por decidirem o local e começarem a fazer as malas."

já as apresentaste e a única coisa que eu sei é que são cinco pessoas de peles tão albinas quanto a minha XD (ou pelo menos foi a impressão com que fiquei por usares a palavra "brancas"), que os cinco indivíduos gostam de sumo de laranja e que os cinco estão muito ansiosos por ir de férias, mesmo que não saibam bem para onde.

Daqui eu depreendo: não há esquisitos no que toca a sumos e não há ninguém alérgico a laranja, não há pessoas que se sentem desconfortáveis com outras no grupo (não há inimizades) porque querem ir todos juntos, todos têm pele cor de cal, apesar de nenhum deles ter rosto. Eles nem têm sequer uma "aura" que me deixe ficar já a sentir que uma será mais boazinha, uma mais chorona, uma mais resmungona, uma mais brusca, uma mais enérgica, uma mais burra, etc. São todos iguais, são todos andrógenos, são todos sem-rosto e são todos sem-personalidade... E sinto que já os conheço, porque já mos apresentaste, e não gostei de os conhecer... porque racionalmente SEI que não os conheço. Fiquei com uma má primeira impressão de todos XD

.... adiante: resto do capítulo, aqui vou eu! Presumo que a apresentação profunda venha mais abaixo.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Bolas. Eu nuuuuuuuuuuunca faço comentários assim, mas parece-me que vou analisar parte a parte este capítulo XD

"João, de dezoito anos e irmão de Marco, de vinte-cinco anos, dá a sugestão de irem para um parque aquático. Daniela, de vinte e três anos e namorada de Marco, pensa em ir para uma área rural. Vítor e Eduardo, de vinte anos e irmãos gémeos, dão a ideia de irem para uma cabana que viram na internet."

Taraaaan, já especificaste qualquer coisa sobre eles :) . Deste-nos sexos, idades e nomes (PS: não precisas de hífene entre o "vinte" e o "cinco"... é "vinte e cinco anos", sem precisar de mais nada). Novamente: que é que isto nos diz, realmente, sobre eles? Fiquei com a impressão que o Marco será uma das personagens principais porque referiste o nome dele duas vezes. É a única coisa que sei. E fiquei com a suspeita que o irmão se ia meter com a namorada dele, ou não seria "irmão do rapaz com namorada" XD .

Os nomes, dados todos de repente, já estão baralhados na minha cabeça (tirando o Marco que, como apareceu duas vezes, entrou mais depressa e prestei-lhe mais atenção porque, exactamente por aparecer duas vezes, dás a  entender que é mais importante e, assim, sei que tem um irmão e uma namorada.) e já nem sei quantos rapazes ou quantas raparigas há, let alone as idades de cada um e as relações entre si... Há gémeos (falsos, acho eu, um rapaz e uma rapariga. Como vês, já não me lembro e não me sinto segura a respeito daquilo que, definitivamente, sei sobre as tuas personagens e li o parágrafo todo duas vezes. Poderia ir agora ler novamente, mas isso acabava com o propósito daquilo que estou a dizer...), há uma rapariga que namora com o Marco e o Marco tem um irmão. Depois, há pessoas que quer ir andar de bikini, há pessoal que quer ir para o campo/aldeia/coisa-rural e há pessoal que quer ir para uma cabana.

Ora bem,  isto chamou-me a atenção porque a história se chama, realmente, "Férias na Cabana". Então pus-me atenta... mas... já nem sei nada sobre a cabana.
Vamos relembrar:
"Cabana essa que tinha um tanque que faria de piscina, 3 quartos, uma grande cozinha, duas casas de banho e uma sala com alguns jogos, dos quais snooker. E ficava por apenas 100€."

Acho que a única informação que devias dar agora seria a dos €100. É a única importante porque, sendo jovens, querem é ir embora e depressa. Com um preço tão irrealista, obviamente que eles ficarão todos contentes e vão querer ir e, pronto, vão... XD . A não ser que isto seja uma história
de terror, e, nesse caso, aposto que vem alguém dizer que €100 euros é, de facto, irrealista. Mas, no final, vão na mesma, todos contentes.

Mas, back to the main point here, a cena é que o número de casas de banho não importa realmente, nem o facto de a cozinha ser grande, eles vão para lá de férias e nenhum deles é ainda uma dona de casa cujo "quarto" seja a cozinha da casa e que, portanto, se preocupa imeeenso com a área dela. O número de quartos, sim senhora (ainda por cima havendo rapazes e raparigas à mistura e um casal...), é o que importa. O tanque é um bónus e, assim sendo, interessante.

No entanto, ninguém sabe ainda como é a cabana e acabaste de a descrever até ao esqueleto... Percebeste porque é que fui pegar nesta parte? Aqui acontece o mesmo que aconteceu quando introduziste as personagens....

PS: "cabana" lembra-me "coisa no meio do campo". Isso não quer dizer que é uma "coisa rural", como alguém queria?

((((((((((((Vou ler o resto e tentar calar-me pq isto já está enorme e eu ainda vou na primeira parte XD )))))))))))))))

AHA! Eu tinha razão! (
-Esperem lá, 100€? Não acham isso barato demais? – Perguntou o João. ) O João é o inteligente ou o medroso do grupo :D e isto será uma história de terror, um drama, um mistério ou uma história de suspense.... bwahahahahaha! ((((diz-me se acertei no género XD )))

-----------------------------------------

*Pronto, ok, os gémeos são dois rapazes XD
* "João tinha ficado “amuado” por..."...... "Amuado" é uma palavra real. Não precisas de aspas :)


e pronto, acabei :)

------------------------------------------
Já conheço as tuas personagens um bocadinho melhor :), sobre isso não vou falar.

Mas não fiquei numa de "oh, quero o próximo capítulo AGORAAAAAAAA!!!!!!!" porque não me prendeste à história XD . Aquele sentimento de "pronto, lá estás tu a dar-me informação de graça..." manteve-se e isso cria distanciamento entre o leitor e a história, porque ficamos é a sentir as tuas intenções em vez de sentirmos a tua história...
(todos os escritores têm intenções ocultas. por exemplo, fazer os leitores acreditarem que o rapaz Tal é bonzinho quando, no final, ele é que raptou a menina! ... Se o autor for demasiado óbvio, arruina-se o efeito surpresa neste caso. Mas há 300 mil tipos de casos e as intenções são diferentes de parte para parte, obviamente, e de história para história. Sei que este primeiro capítulo serviu para nos apresentares as personagens e a cabana, por exemplo. Senti que era o que querias que acontecesse, em vez de sentir que acontecia.)

***

Quanto à forma, tens frases curtas e muito directas; já percebi que é o teu estilo :) o que é giro, é super diferente do meu e, por isso, consigo apreciar muiiito bem a maneira como escreves, já que eu, pessoalmente, acho isso difícil.
Não tens erros ortográficos, o que é muito bom :) , mas tens, numa ocasião ou outra, umas maneiras de dizer as coisas que eu acho estranhas XD por serem regionalismos diferentes dos meus, aposto XD . És de onde??

E por distracção tens uma letra em falta, um "s" quando o Marco diz "tu vaiS para uma floresta" ao João, na parte final, quando eles estão a fazer as malas :)

Gostava de ver os capítulos mais adiantados, em que não te sintas obrigada a introduzir-nos às coisas e faças avançar mais a história, para conseguir ver como fazes realmente isso :)

Agora vou ler o comentário da Fox, q não li antes porque percebi que tinha muita coisa a dizer e não me queria sentir inclinada a ir para um lado ou para o outro...


E, ora bem, eu costumo orgulhar-me de ser uma pessoa que diz o que tem a dizer sem ofender os outros e as últimas frases da Fox deixaram-me a tremer um bocadinho, com medo de te ter magoado com aquilo que escrevi... Mas não há outra maneira de o dizer, e sinto que não és daquelas pessoas que sofrem imenso com o que os outros dizem, ou não diria nada da maneira como disse. Falei como falei porque achei que poderia ser directa com a minha opinião. Sei que não te conheço, mas fiquei com a sensação de que és uma pessoa forte, por teres ideias tão bem delineadas e uma maneira tão segura de escrever; frases curtas que sabes que dão exactamente a informação que queres dar, por exemplo... Fiquei com a sensação que eras uma pessoa segura e honesta, por isso fui o mais honesta possível contigo, mencionei todas as coisas, até as que não têm grande importância comparadas com outras... Porque achei que não te ofenderia. Se, de alguma maneira, preferires que não volte a fazer comentários assim ou que tente a todo o custo ser menos brusca, estás totalmente à vontade para me dizeres. Farei os possíveis para nunca te ofender a ti ou a ninguém. Só não volto atrás agora e altero o que disse para eufemismos muito levezinhos que quase nunca passam a mensagem certa porque ainda tenho uma determinada confiança de que não pisei nenhuma linha com o que disse...


Se estiver errada, podes atirar-me uma pedra até 4 quilos à cabeça.


Bom, posta o próximo brevemente :)

Beijinhos, e lamento o tamanho abismal desta coisa a que as pessoas chamam "comentário" e eu chamo "amontoado de ideias e sensações sem organização nenhuma, sorryyyyyyyy, que vão surgindo enquanto leio o que tu escreveste".
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por TheMarieSousa em Sex Ago 16, 2013 2:22 pm

Hey calmem lá ahahah, isto foi engraçado... Eu adoro pessoas directas e honestas e espero que o continues a ser. Não achei que tivesses sido bruta (hoje está-me a dar para usar o calão), muito pelo contrario. Eu não sou bem directa... tem dias. Gosto mais de ser Indirectamente directa, se é que me entendes. Indirectas que são directas... whatever acho que me entendeste hehe.
Uma pessoa directa e honesta não tem nada a perder, e o facto de mostrares essas boas acções nos comentários ajuda os escritores a crescerem.
Quere ver mais comentários teus por aqui minha menina hehehe
avatar
TheMarieSousa
Austen
Austen

Localização : Barreiro

Histórias Publicadas : -----------

http://palavrasocas2.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por DeathlessNokas em Sex Ago 16, 2013 5:38 pm

E pronto, em vez de levar com uma pedra de 4 quilos, senti um alívio do mesmo peso, ao ler o teu comentário XD !

Olha, reparei que já puseste a segunda parte por aqui :P e quero ir ler :P !! .... mas, se ler, terei de comentar e, comentando, ficam naquele tópico as minhas palavras... E tu criaste um novo tópico para o segundo capítulo e, normalmente aqui pelo fórum, as pessoas postam os capítulos no mesmo tópico. Quer isto dizer que não sei se os moderadores te vão dizer para colocares o segundo capítulo aqui ou se te vão deixar com as coisas como estão :) .

Quando a Fox* aparecer e comentar qql coisa, depois eu faço o mesmo, pq ela é moderadora e deve saber o q fazer por aqui XD e eu não XD . Não queria comentar e depois que o meu comentário fosse com os bananas até ao pólo Sul.... Os autores merecem manter as respostas ao seu trabalho para que outros leitores possam saber, pelo número de respostas, se as coisas são interessantes ou não, para lerem a seguir.

Enfim :) . Mais logo passo por cá a ver se há adiantamentos :D

Beijinhos ^_^ !!
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por TheMarieSousa em Seg Ago 19, 2013 1:32 pm

ainsh, nem reparei que publiquei noutro sitio :o
as ferias andam-me a fazer mal xP
avatar
TheMarieSousa
Austen
Austen

Localização : Barreiro

Histórias Publicadas : -----------

http://palavrasocas2.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por Fox* em Seg Ago 19, 2013 3:58 pm

Olá :)
Reparei que já publicaste a segunda parte deste texto. Tal como a Deathless Nokas explicou muito bem em cima, nós costumamos deixar todo o texto no mesmo tópico para ser mais fácil encontrar os capítulos e comentários (e também para não sobrecarregar o fórum com links só de capítulos) :)
Importas-te que passe a segunda parte para aqui?

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por DeathlessNokas em Ter Ago 27, 2013 4:55 pm

Então? O segundo capítulo salta para aqui ou vou lá comentar XD ??
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por Fox* em Ter Ago 27, 2013 7:05 pm

Desculpa Deathless! Por algum motivo não consigo editar os posts para ficarem ambos no mesmo tópico! Podes comentar no outro, quando uma administrador vier cá eu falo disso :)

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por DeathlessNokas em Ter Ago 27, 2013 8:55 pm

Sim, pensei nisso... Mas aposto q, para resolver isto do "pseudo" double post, a MarieSousa vai ter de copiar e colar aqui o segunto capítulo XD (solução mais fácil). E se eu comentar lá, perde-se o comentário e acho isso injusto... Quando alguém vai ler uma história, presta sempre mais atenção se reparar que alguém já comentou -- é pq deve ser uma boa história, ou o outro leitor não teria acabado e comentado (penso eu muitas vezes, e pensarão outros, de certeza, nem q seja uma vez em cem XD).

Por isso espera-se :) . Mas obrigada por teres respondido, agora já sei mais ou menos o que esperar e posso aguardar sem me precipitar :) .

Só falei pq n queria esperar muito para ler o próximo capítulo pq gostava de o fazer enquanto tenho este primeiro ainda "fresco" na memória XD .
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por TheMarieSousa em Sab Ago 31, 2013 1:01 pm

olá. a mim aparece-me a segunda parte neste tópico :o
avatar
TheMarieSousa
Austen
Austen

Localização : Barreiro

Histórias Publicadas : -----------

http://palavrasocas2.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por DeathlessNokas em Dom Set 01, 2013 6:13 pm

Sim, está no Tópico "Fantasia/ Paranormal"... Mas está num post diferente. Era a isso q nos estávamos a referir este tempo todo XD lamento a confusão XD ....

Se observares com atenção a postagem da tua história e a dos demais, verás as coisas estão feitas de maneira diferente. Tu puseste os capítulos em Posts diferentes, quando, o que deverias ter feito, era ter "comentado" neste mesmo post com o capítulo seguinte.
Vai espreitar outras histórias (e lê-las e comenta construtivamente :P já agora) e vê como é que as outras pessoas fazem.

-beijinhos ^_^
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Férias na Cabana - Parte 1

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum