FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Aquário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aquário

Mensagem por Oswin em Dom Maio 26, 2013 3:17 pm

Ora bem não é assim nada de especial mas estão a ver aqueles momentos em que precisam mesmo de escrever :/? Gostava muito de ouvir a vossa opinião e criticas que estamos cá é para melhorar :)


Aquário
Os olhos castanhos repousaram sobre o vidro pesado que a separava dos outros… Era estranhamente satisfatório o facto de ela necessitar de se concentrar no vidro para ter a precessão dele enquanto poderia simplesmente ver através. Afinal, do outro lado escondiam-se criaturas de todas as cores e tamanhos, separados também eles por outros vidros. Ninguém prestava atenção ao vidro… Ele não estava lá para que lhe prestassem atenção. Mas ela prestava com os seus olhos curiosos… Curiosos e tristes… Curiosos e cansados… Curiosos e tristes.

Do outro lado as criaturas moviam-se na sua própria ilusão de liberdade. Não tinham para onde ir mas continuavam a nadar como se não se soubessem já condenados ali. Ela não tinha pena deles, mas tal como não era função do vidro ser notado, também não era função dela ter pena de peixes enclausurados.

Atrás de si, na escuridão permanente apenas disfarçada pela luz do grande aquário todos se riam e falavam alto, desatentos de tudo. Ela invejava a boa disposição dos colegas… Ela que ria muito alto… Ela que falava muito alto… Ela que notava o vidro… Sentia-se demasiado pequena. Não queria sorrir. Não queria ouvir os gritos de toda a gente. Invés disso, tocava no vidro frio de cabeça baixa.
Então fez-se ouvir uma voz que não gritava… Uma voz que não parecia pertencer ali… Como ela. Não a tentou localizar. Ela conheceria aquela voz nas profundezas mais longínquas do inferno. Era uma voz que ria e chorava e amava e detestava e o fazia tudo ao mesmo tempo… Mas mais que isso, era a voz que fazia com que o peso sobre os seus ombros caídos fosse ainda mais pesados. Em vez de se voltar para o encarar, vergou-se mais, se é que ainda era possível e numa voz fraca e trémula apenas referiu o vidro.

Ele riu e mais um aperto se fez sentir no peito dela. Porque era mesmo assim… Porque ela queria rir e chorar e rir e chorar sempre que ele sorria. E era tão patético e ela queria a todo o custo livrar-se daquela estranheza. Ergueu a cabeça relutante. Ela não gostava que ele a visse… Ela não era como devia. Ela não era ela. E doía-lhe ainda mais… Ela não era perfeita mas era boa o suficiente para que todos a adorassem… Assim como ela mesma a adorava. E por isso não a podia odiar.

Viu-o inclinar-se na sua direção e voltou a baixar a cabeça demasiado pesada para o seu pescoço. Sentiu o seu calor contrastar com o vidro frio e soube que ele se aproximava… E sem saber porque, ele segurava-lhe a mão. A sua mão maior e com marcas agarrava a mão dela… De menina pequena… Uma mão que ela detestava… Mas as mãos dele eram quentes e ela não queria largar aquela mão.
Baixava-se para que ela a ouvisse melhor…

“Porquê o vidro? Olha em volta…” E ela olhou… E viu muitas cores em que não tinha reparado antes… E o vidro já não parecia frio… E ela já não estava triste… Soube disso quando sentiu que os seus olhos já não aguentavam aquelas lágrimas tolas. E apertou-lhe a mão com mais força e continuou a chorar, ainda sentindo a sua respiração cada vez mais ausente, e sorriu. Depois deixou de sorrir… Já não havia calor contra a sua mão fria… Já não havia barulho… Já não havia vidro… Era só ela outra vez…

Acordou.
avatar
Oswin
Caloir@
Caloir@

Localização : Lisboa

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquário

Mensagem por DeathlessNokas em Qui Maio 30, 2013 3:14 pm

wow. antes de mais nada, deixa-me dizer-te que isto me deixou um bocado arrepiada, e eu nem percebi bem porquê...

A início, achei q ela era um peixe dentro de um aquário de subdivisões, cheio de peixes separados em vários compartimentos por vidros. Depois, comecei a achar q ela estava num compartimento sozinha e que havia um grupo de peixes do outro lado, numa divisão maior, e que ela se sentia pequenina (física e emocionalmente) em comparação; o coração a mingar de tristeza, ela a encolher-se de desconforto...

A seguir, continuando a ler, achei q seria uma metáfora. Achei q ela seria uma criança a espreitar pela janela de alguma coisa. Cheguei a imaginá-la de nariz colado na janela de uma casa, olhando lá para dentro para uma família feliz a celebrar a ceia de natal enquanto q ela só podia olhar e imaginar-se no lugar deles/ deprimir por estar só.

A seguir achei q o vidro podia ser metafórico e que a frieza da superfície (superfície irreal já que o vidro não existia realmente) poderia ser a "frieza sentida dentro do próprio peito". Sabes o que quero dizer: aqueles momentos em que não se sente nada, apenas se sente a "falta de sentimentos"... É uma sensação difícil de explicar, mas acontece quando algo te magoa tanto que o teu natural sentido de sobrevivência intervém e deixas de sentir essa dor. A seguir, sentirás a dor de não poderes sentir dor nenhuma...
XD *ahem* vou mudar de assunto, porque ninguém que não tenha passado por isto compreenderá o que quero dizer e eu não tenho maneira de adivinhar se tu ou outra pessoa qualquer já passou ou não por isso XD

Depois de ter lido...
Achei q o vidro era real (no sonho) e que ela estava separada das outras pessoas, metaforicamente. Talvez se sentisse diferente delas todas e por isso se visse separada... Talvez se afastasse de propósito e o vidro fosse algo q ela via no sonho como representação desse espaço entre ela e o mundo...

Depois, a ideia que eu tenho a certeza que está certa (se estiver errada, como o sapo, não há problemas**) é a de que ela gosta (não necessáriamente um "gostar-amar") de alguém, um homem, que só gosta dela porque ela é parecida ou está ligada a outra mulher de quem ele gostou/ gosta mas não pode ter. Agora, as circunstâncias não percebi, mas achei q ela não podia deixar de gostar dele, não conseguia... E que sofria porque sabia que ele não gostava dela, mas da outra, e estava com ela porque via a primeira na segunda...


**AHEM**
Posso ter-me enganado redondamente.

Mas gostei de ler o teu texto porque senti o desamparo da rapariga e isso é aquilo que eu procuro quando leio seja o que for: que algo passse das palavras para mim.

Bom texto :) .

Aguardo a tua resposta, porque agora estou curiosa ** XD

Beijinhos :D


PS: ali no início querias escrever "percepção"? Sem "p" fica "perceção". Se estou errada, então não percebi a palavra q lá estava @.@'
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquário

Mensagem por Fox* em Ter Jun 04, 2013 5:10 pm

Olá!
Eu tenho o problema de ler comentários (quando existem) primeiro que o texto original e isso tolda um pouco a percepção. Shame on me, I know...
Ou seja, quando comecei a ler, por causa da Namelessness aqui em cima, também achei que ela estivesse apaixonada e que não era correspondido. Agora que acabei, não sei bem se mantenho essa ideia. Não sei se vou passar a minha teoria como deve ser mas vamos ver o que sai daqui xD
Ela parece apaixonada, sim. Quando falas do rir e chorar, são ambas sensações que se têm quando se ama alguém que não podemos ter (e sem dúvida que a sensação de não ser suficiente que ela alimenta é um bónus para essa teoria) mas quando acabei achei que ela se referia a uma figura paterna ausente.
Com sinceridade não sei porque achei isto. Algumas das expressões que usaste, como "mãos marcadas" e "mãos de meninas", a ideia de que ele a ajudou a "viver" e a ver o mundo, a salvou do que ela via... Talvez seja apenas imaginação.
Tens alguns erros e estruturas frásicas mal construídas mas na verdade não é algo assim tão importante quando consegues fazer o leitor pensar no teu texto assim e dar-lhe milhares de significados. Isso é bom.
Muito bom mesmo :)

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquário

Mensagem por Oswin em Sex Jun 07, 2013 7:55 pm

Wow... Só wow... Eu fiquei tão triste depois de ler os vossos comentários... Porque eu escrevi este texto meio que na brincadeira e vocês conseguiram dar-lhe mil e um significados de que nem me tinha lembrado xD
Primeiramente, eu gostava de referir que a ideia partiu de um sonho que tive aqui há uns tempos atrás e que talvez por isso mesmo nem eu perceba muito bem este texto... Mas de facto a versão com que mais identifico o texto é a mesmo a última que a Deathless deixou... Ainda assim mais uma vez digo que fico muito feliz que lhe tenham dado tantos sentidos diferentes :)
Muito obrigada pelos vossos comentários e fico feliz que tenham gostado ^^
avatar
Oswin
Caloir@
Caloir@

Localização : Lisboa

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquário

Mensagem por DeathlessNokas em Sab Jun 08, 2013 4:04 pm

:)) Publica mais coisas ! :D

E, já agora, ainda bem q acertei e não tive de comer nenhum sapo, bwahaha :P

^_^ para além disso, escrito na brincadeira ou não, eu gostei do teu texto :)

-beijinhos ^^
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aquário

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum