FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

[Infantil] O Leão Tímido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por CruciareMors em Sex Nov 30, 2012 8:40 pm

Se um leão é leão, tem de ser forte e meter medo a todos os animais.

É ou não é?

Pois… Mas o leão desta história era pequenino, fraquinho e amarelo. Tremia de medo quando caía uma folha. Morria de vergonha diante dos outros animais da floresta.

Um dia, a mãe leoa, já farta de ter um filho tão original, decidiu levá-lo ao consultório do Dr. Zacarias, leão velho e entendido em problemas difíceis.

O Dr. Zacarias, depois de examinar o jovem leão, disse:

- O remédio para este caso é simples. Todas as noites deve tomar uma colher de uma poção feita com raízes de histidião e sementes de leopolma. A poção é fácil de fazer, basta ferver tudo. O mais difícil, neste caso, é arranjar as sementes de leopolma, que se encontram na Montanha da Lua Cheia, guardadas por um dragão de garras de punhal. O feito é tão complicado que nunca ninguém se atreveu a tal.

Dona Leoa ficou assustada. Quem havia de a ajudar a arranjar o remédio? O leopardo pés de veludo que come de tudo, o chacal que não come nada mal, a hiena que finge chorar para todos enganar, a girafa de pescoço alto que vivia no planalto, ou o tigre riscado que comia todo o gado?... Depois de muito matutar, decidiu-se e foi falar com o leopardo pés de veludo que come de tudo.

Raspou com as unhas a porta da casa do leopardo e ouviu do outro lado da porta um resmungo:

- Um leopardo já não pode dormir em paz?! Quem quer que seja pode esperar sentado!

- Sou eu, Senhor Leopardo! – disse Dona Leoa.

- Só um bocadinho!

A porta abriu-se e Dona Leoa desatou às gargalhadas. Não podia ser aquele o leopardo feroz que ela conhecia que estava ali em pijama, chinelos e barretinho de dormir na cabeça.

- Diga lá o que quer, que eu quero é dormir! – resmungou ele.

- Preciso da sua ajuda para ir buscar sementes de leopolma à Montanha da Lua Cheia. – disse de uma só vez Dona Leoa.

E o leopardo gaguejou:

- O q-q-quê? P-p-p-peço d-d-desculpa, m-m-mas n-não v-v-vai dar. Ac-c-c-cabei d-de ser encomendado p-p-para um jardim z-z-zoológico n-no C-C-Canadá. Ad-deus D-dona Leoa, p-passe b-bem! – e fechou a porta com estrondo.

- Medricas! – disse Dona Leoa afastando-se à procura de uma ideia que a pudesse ajudar a encontrar alguém que a auxiliasse a ir buscar o remédio para o seu filho.

Pensou, pensou até que teve uma ideia:

- «Podem ir todos os leões nossos conhecidos!»

E correu para casa para ir contar a sua ideia ao pai leão.

Este concordou e correu a dizer a todos os seus amigos, leões corajosos e astutos que saberiam o que fazer.

E eles aceitaram aquele perigoso desafio. O mais velho disse:

- Escutem, eu sei que o dragão de garras de punhal pode dormir uma hora por dia, porque está autorizado pelos outros dragões, e só pode ser morto nessa hora, com uma poção de pernas de aranha com água salgada, que, posta em cima das escamas, faz efeito num instante.

E assim planearam o dia em que iam tentar apanhar as sementes de leopolma e acabar com o dragão.

O pai leão foi para casa e perguntou à mãe leoa onde estava o filho, ao que esta respondeu:

- Fiz-lhe uma poção que o porá a dormir durante um mês.

Então o pai leão expôs os seus planos à mãe leoa, que gritou:

- Vocês não vão sem mim! Nem pensem!

- Ai isso é que vamos! Nunca consentirei que corras perigo! – gritou também por sua vez o pai leão, enfurecido. Mas a mãe leoa tinha alguns trunfos na manga.

Passou-se uma semana e, finalmente, chegou o dia combinado pelos leões. O pai leão levantou-se cedo, deixando mãe e filhos a dormir e foi ter ao local de encontro dos leões.

Foram pé ante pé até à Montanha da Lua Cheia e viram o dragão. Esconderam-se atrás de grandes árvores que ali existiam e aguardaram que chegasse a hora do dragão adormecer. Quando ele adormeceu, esgueiraram-se até ele e deitaram a poção sobre as suas escamas, que começaram a borbulhar, a borbulhar…

E o dragão desapareceu.

Nesse momento apareceu um monstro horrível. Era o Rei dos Dragões. Tinha três cabeças que deitavam fumo por todos os lados e três pares de patas gigantescas. Os leões estavam assustadíssimos e o pai leão perguntou ao mais velho:

- Como é que se derrota esta coisa?

E ele respondeu:

- Com sumo de laranjêssego.

O pai leão calou-se. Laranjêssego era uma fruta muito rara de se ver naquela região e, quando se via, estava em laranjessegueiros tão altos que ninguém alguma vez tinha ainda lá chegado, nem a girafa.

Mas, de repente, ouviu-se um SPLASH… e o monstro desapareceu. No chão estava sumo de laranjêssego espalhado por todo o lado.

Os leões voltaram-se e viram a mãe leoa e a sua filha mais velha. Caíram nas patas uns dos outros e Dona Leoa contou que tinha sumo de laranjêssego em casa, tirado dos laranjêssegos colhidos por sua avó há muitos anos atrás (uma vez que os laranjêssegos nunca apodreciam) e que tinha chamado a filha para ir com ela levar mantimentos ao pai e aos amigos.

E o pai leão perguntou ao leão mais velho:

- Como sabes tantas coisas acerca dos dragões?

Ao que este respondeu:

- Li em livros de leões que já os enfrentaram, não aqui, mas em outros lugares.

- Deixem-se de conversas, que ainda não recolhemos as sementes de leopolma! – disse a destemida filha leoa. E assim apanharam as sementes e foram-se embora.

Quando chegaram a casa deitaram-se, pois era já noite cerrada.

No dia seguinte, a mãe leoa fez a poção e deitou água em cima do filho para anular o efeito da poção para dormir. De seguida, deu-lhe o remédio de raízes de histidião e sementes de leopolma.

Um mês mais tarde, o ex-Leão Tímido era bravo como um touro e temido por todos os animais, e a sua família tinha muito orgulho nele.
avatar
CruciareMors
Austen
Austen

Localização : Portugal

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por Helvanx em Dom Dez 09, 2012 1:37 am

Olá!
Bem, esta história está muito gira! A ideia do dragão de 3 cabeças fascinou-me. O fim, foi como em quase todas as histórias, feliz, o que não tira valor à tua one-shot que acho que vou ler ao meu sobrinho (é claro, se não te importares! :D )
Enfim, gostei...
avatar
Helvanx
Joyce
Joyce

Localização : Algures no mundo!

Histórias Publicadas : -----------

http://fuckingandnothingspecial.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por CruciareMors em Dom Dez 09, 2012 7:11 pm

Olá! Obrigada pelo comentário. Não me importo absolutamente nada que leias a história ao teu sobrinho - pelo contrário, fico muito contente!
avatar
CruciareMors
Austen
Austen

Localização : Portugal

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por Nitaa em Dom Jan 20, 2013 11:30 am

Li a outra, tive de vir ler esta por curiosidade. E estou fascinada!
Então os leopardos dormem com barretes... Nice!
Gostei bastante deste conto, pois consegues juntar nele a infantilidade e a leveza, a originalidade... Costumas por lições de moral? (sorry se meteste nesta, mas não percebi)
Era original se metesses... Como é uma história para crianças, até é boa ideia...

Opá, estás de parabéns! Grande originalidade! (:
avatar
Nitaa
Dante
Dante

Localização : Perto das Nuvens

Histórias Publicadas : -----------

http://spestigium-rpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por CruciareMors em Dom Jan 20, 2013 1:53 pm

Oi Nitaa! Não costumo inserir lições de moral propositadamente nas histórias. Às vezes acontece que a história que me vem à cabeça contenha em si uma lição, mas nunca vou ao encontro disso, porque é o que gosto de fazer - ter uma ideia e libertá-la para o papel é uma sensação extraordinária! (Pena que me aconteça poucas vezes.) Obrigada pelo comentário e pelos conselhos! :)
avatar
CruciareMors
Austen
Austen

Localização : Portugal

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por DeathlessNokas em Seg Jul 22, 2013 10:49 pm

Olá :)

Admito que nunca antes tinha lido nada teu porque a notinha a dizer "Infantil" se assemelhava a "Aborrecido!" na minha cabeça XDD . Tenho de admitir também que estava errada :P . Gostei muito de ler este texto! Gostei das analogias, da invenção deste mundo animal que apresentaste e da história em si :D

Achei super engraçado quando rimaste os nomes dos animais com as suas características animalescas, hahahah XD . Foi mesmo muito giiiiro !!! :DD
Gostei muito da ideia que tiveste de fazer um leão cobarde :P . Mas estava à espera de uma moral aqui presente XD sei lá, talvez por ser "infantil" e envolvendo animais, eu tenha começado a pensar em fábulas mal pus os olhos no texto XD . Esperava que o leão fosse lá e assim percebesse ser corajoso sem precisar da poção :P . Surpreendeu-me o teu final; ou talvez possa mesmo dizer que me surpreendeu toda a história: o protagonista vira personagem secundária, apenas uma forma do resto da família (que acaba virando heroína da história através das suas acções) se sentir recompensada pelo trabalho todo... Ele além de medricas é preguiçoso XD

Tenho só um reparo a fazer, houve uma coisa q me confundiu XD
As poções, remédios, etc são sempre difíceis de fazer; isso eu compreendo. Mas deste nomes esquisitos às duas poções necessárias XD e depois eu comecei a misturá-las... até porque depois de falares na que seria preciso fazer para matar o dragão, já a estás a usar XD e o dragão já morreu XD ... Então acabei por confundi-las, até ler o bastante para me esclarecer melhor em respeito a isso XDDD ... É eu estava à espera que eles fossem conseguir os ingredientes para esse Veneno de Dragão :P , antes de o usarem nas escamas do bicharoco...

Acho que, depois de apresentares um assunto como algo que tem potencial para ser divertido para o leitor e depois não o aproveitares, é um bocado decepcionante XD . Foi o mesmo quando, depois de anunciares os animais, a Dona Leoa foi só falar com um XD . Também fiquei à espera que fosse bater à porta deles todos, antes de ficar sem opções e tomar a decisão de recorrer a todos os leões :P XD . Mas pronto, isso sou eu XD . Podes ignorar este parágrafo inteiro, se achares que estou errada :P . Se, de certa forma, achas que tenho razão, então passa todas as portas que fores abrindo nas tuas futuras histórias, ou eu (e talvez outros leitores, quem sabe) ficarei chateada contigo por me deixares curiosa ou à espera de uma coisa fixe e depois me expulsares da casa sem me deixares espreitar para as portas abertas XDDD


Concluindo: gostei da história :) . Parabéns, está muito gira :D e divertiu-me bastante lê-la! Não te vou dizer que é uma má história porque não me liguei a ela, bláhbláhbláh (normalmente é isso que eu considero uma história mal conseguida: uma que não faz o leitor fundir-se nela enquanto a lê, sentindo tudo o que se vai passando por lá na sua própria pele e assim por aí adiante...), porque tu não fizeste esta história com essa intenção; sabe-se de antemão pela notinha inicial :) . Portanto, como história infantil que é, adorei a simplicidade, os personagens destemidos, decididos e altruístas e o final foi surpreendente XD, já expliquei porquê XD .

Parabéns, está giríssimo :D !
--Beijinhos!

PS: desculpa, isto tem frases enormes e confusas XD já editei umas 3 ou 4 vezes e continuo a querer mudar coisas porque nada me parece bem... Estou com demasiado sono... então não garanto que mudar isto não tenha feito as coisas piores XD . Se não perceberes NAAAADA, não respondas como se tivesses percebido (se responderes*) XD diz-me só: "ó tu, põe isso legível!" e eu tratarei de editar a 5ª e 6ª vez, se for preciso.
Xau Xau (:
avatar
DeathlessNokas
Bocage
Bocage


http://www.mansaodasletras.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Infantil] O Leão Tímido

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum