FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

A Avenida de Pleasant Sky

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Ter Out 23, 2012 6:31 pm

Eu não sabia em que categoria pôr. E já ando ás aranhas com o Insomnia, com o Desafio das 500 Palavras, com os preparativos para o NaNoWriMo, e com o blog. No entanto, eu sou uma idiota. Então cá vai:

Aviso!
A certo ponto, isto vai começar a ter palavrões. Muitos. Mais juntos que a areia. E vai abordar todo e qualquer tipo de tema, porque, bom, estas coisas aconteceram mesmo, e vão continuar a acontecer. Não considero +18 porque não tem sexo nem violência explícitos, mas se alguém considerar necessário, avise que eu ponho. Grata.

Obs.: Na narrativa, eu sou a Naomi Tagmont. O resto são o meu bando de delinquentes e pessoas com quem convivo, tudo com pseudónimos.



Os dois grupos de Pleasant Sky

Há certas coisas que escapam á compreensão humana. O porquê da calma e deslumbramento face a um pôr-do-sol, o medo instintivo do fogo e trovoada, os segredos da noite. A própria mente humana é praticamente desconhecida pelo Homem. Fingimos compreender o porquê da consciência, da moralidade, dos sentimentos e temores e, no entanto, não sabemos nada.

Como eu, por exemplo. Não compreendo muita coisa. Exemplifico, não compreendo, e acho que nunca o farei, a magia que envolve a Avenida de Pleasant Sky. Uma avenida como outra qualquer, com uma escola cinzenta, o exterior assemelhando-se a qualquer complexo prisional, gradeado e frequentado sem vontade, numa ponta, uns prédios, cafés, lojas e ruelas afuniladas, e um edifício branco e encarquilhado no meio de prédios cinzentos, cuja figura quase banal não chama a atenção de quem passa, na outra ponta.

Ora foquemo-nos nas pontas da Avenida. No edifício branco, para começo de conversa.

Dentro dele há um grupo. O número de indivíduos não é fixo, move-se e varia de acordo a disponibilidade de cada um. Numa tarde param por lá quatro, entre uma aula e outra, no acanhado tempo de almoço, ou no fim de mais um dia frustrante dentro dos gradeamentos da escola, outra reúnem-se dez energúmenos, com guitarras, cartas e mentes retorcidas, prontos a armar o maior escarcéu possível e imaginável por este Universo e o outro.

A maneira, motivo ou razão de se ter reunido tal trupe, que nada sabiam uns dos outros, naquele exato lugar, tanto me escapa a mim como a eles. Tal pergunta paira, sem resposta nem importância, ao som de conversas animadas, jogos de cartas que se tornam verdadeiros campos de batalha, e episódios de tal calibre e diversidade, que não lembra a ninguém.

O mesmo acontece com outro grupo. O grupo da outra ponta da Avenida. Um grupo que, por vezes, partilha elementos com o primeiro, e se funde. Um grupo que nasceu completamente do nada, dentro dos portões de ferro da escola cinzenta, entre pessoas com tanto e tão pouco em comum, que as probabilidades de alguma vez de virem a aturar era completamente nula. Mas juntaram-se. Formaram um outro grupo de indivíduos empreendedores, ativos e, no mais amplo sentido que a paravra permite, doidos. E também não deixam ninguém indiferente.

Sei que contado, ninguém provavelmente acreditará, mas não custa nada tentar.

O meu nome é Naomi Tagmont. Este é o grupo de Pleasent Sky Avenue. E estas são histórias verídicas da Avenida de Pleasent Sky. Acreditem se quiserem, se a falta de sanidade mental vos deixar. E cuidado com a dona da mercearia. Ela vende sandes de criança quentinhas, acabadas de sair.
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Fox* em Ter Out 23, 2012 6:40 pm

Hahahaha, grupos excêntricos com personalidades únicas e muitas histórias a contar?
Eu alinho :D
Podes mandar mais que será divertido de ler!
E existe uma senhora maluca e pavorosa? Boa!
Acho que, por aqui, só conheço mesmo malucos, mas são simpáticos :D

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Ter Out 23, 2012 6:57 pm

Daaw, obrigada, e vai haver mais :D
A senhora é meia maluca, e o pior é que existe mesmo e me mete medo. Muito medo. Ela ainda há-de ter os seus cinco minutos de sol, daqui a não muito.
Os meus malucos também são simpáticos. Com recaídas, mas no geral é gente boa :3
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por miaDamphyr em Qui Out 25, 2012 3:31 pm

Olá Ylerinn. Gosto deste texto e da forma como nos apresentas a avenida, as pessoas, os detalhes e a forma como crias o enredo. Deixou-me curiosa e espero que venha mais.

Bisous.
avatar
miaDamphyr
Camões
Camões

Localização : Mercúrio

Histórias Publicadas : -----------

http://MiaDamphyr.blogspot.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Athena em Sex Out 26, 2012 2:37 pm

Wow...
A fic estava um pouco um stand-by mas a última frase chamou-me a atenção. Vou querer saber as histórias desta rua!
Jezuis! Tenho mesmo de evitar essa senhora. Obrigada pelo aviso.
avatar
Athena
Brontë
Brontë

Localização : Madeira

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por PandoraTheVampire em Sex Out 26, 2012 3:20 pm

Muahahah adorei a última frase! Sweeny Todd anyone? xD estou louca para saber o que vai sair daqui :p

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Sex Out 26, 2012 3:24 pm

miaDamphyr escreveu:Olá Ylerinn. Gosto deste texto e da forma como nos apresentas a avenida, as pessoas, os detalhes e a forma como crias o enredo. Deixou-me curiosa e espero que venha mais.

Bisous.

Olá! Obrigada, e fico feliz em te ter conseguido prender a atenção :3 Haverá mais dentro em breve! Beijo :P


Athena escreveu:Wow...
A fic estava um pouco um stand-by mas a última frase chamou-me a atenção. Vou querer saber as histórias desta rua!
Jezuis! Tenho mesmo de evitar essa senhora. Obrigada pelo aviso.

Então foi uma alegre coincidência, que essa frase nem era suposto existir. Estava quase para passar o capítulo para aqui, quando "Ah, a velha, é verdade!" e pu-la á pressão.
...Só de pensar que já ingeri hipotéticas criancinhas á custa do estabelecimento dela... oh god why.


PandoraTheVampire escreveu:Muahahah adorei a última frase! Sweeny Todd anyone? xD estou louca para saber o que vai sair daqui :p

Sweeny Todd indeed xD a mulher é certamente uma aprendiz dele. A aparição dela vai ser lááá para o meio da coisa, se os meus traumas o permitirem xD Bewaare~~
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Athena em Sex Out 26, 2012 3:28 pm

Seria melhor não voltares lá. Um conselho de amiga. xD
avatar
Athena
Brontë
Brontë

Localização : Madeira

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Sex Out 26, 2012 3:33 pm

Aviso: Abundância de palavreado. A culpa não é minha, é da boca suja da Maddie.

Vagueações internéticas
Ao longe, quase imperceptível, o soar da campaínha de uma escola, seguido de um burburinho cada vez mais abrangente. Os relógios espalhados pelo edifício marcavam vinte para as cinco, mas ninguém lhes prestava atenção alguma; a única coisa que queriam era passar o portão e meter a terceira para o mais longe que conseguissem do estabelecimento de ensino. No ar já pairava o leve aroma a Verão recém-chegado, e com este desaparecera todo e qualquer interesse que os pupilos pudessem ter no conhecimento que lhes tentavam passar.

Maddie acotovelou todo e qualquer vulto que encontrasse pela frente, abrindo um estreito corredor no acampamento de grupos e grupinhos que se formara em frente da escola, bloquando a passagem de quaisquer outros. Não pedia licença, não dava um toque amigável no ombro. Não, seria reiteradamente ignorada. Em vez disso, projetava a sua franzina figura de pouco mais de metro e meio ás costas de quem se atravessasse, espetando uma vez por outra um cotovelo nas costelas de alguém, ouvindo os uivos de dor enquanto se esgueirava para a frente.

Com um respirar fundo de alívio, conseguiu chegar a espaço aberto. Ignorou a agonia claustrofóbica que a assolara, e tomou o seu caminho para Pleasant Sky.

Adorava as tardes de Verão. No Inverno, áquela mesma hora, possivelmente já se notaria no céu pinceladas de azul cobalto, ou nuvens carregadas que tapariam qualquer luz e calor solar que pudesse, eventualmente, vencer o frio hibernal. Agora, o céu mantinha-se de um azul intenso, sem sequer fiapos de nuvens a percorrê-lo. E em Pleasant Sky, ainda era adornado a copas de árvores, cujos frutos pequenos e dourados despontavam por entre a folhagem.

Virou a esquina dos prédios cinzentos. Nunca percebera por que raios é que se tinham lembrado a, com uma inteira avenida a edificações brancas ornadas a cores vivas, meter no fim desta uma extensão desoladora de prédios cinzentos, de varandas quase fechadas e janelas pequenas, separados da restante avenida por um muro branco e enfadonho. Encolheu os ombros. Não lhe apetecia questionar os altos cargos da cidade, ainda mais quando se dirigia a um dos seus edifícios. Empurrou a porta, cumprimentou a rececionista que falava ao telefone com alguém, e apenas lhe levantou a mão e dirigiu um sorriso, e subiu as escadas.

Ao chegar á porta de madeira da segunda sala, ouviu risinhos e "oohs" familiares. Parecia-lhe, pensou, Naomi e a outra rapariga que frequentava o último edifício de Pleasant Sky há pouco. Como é que se chamava? Anne, parecia-lhe. Sim, Anne Marie, agora lembrava-se.

Adentrou a sala, mas estas nem deram pela sua presença. Deslizou a mochila pelo braço e pousou-a no chão, aproximando-se a passos quase inaudíveis da secretária das duas amigas que, de costas para ela, continuavam concentradíssimas no que quer que fosse que viam. Perto o suficiente, esticou o pescoço esguio e olhou de esguelha para o ecrã do computador.

-MAS QUE CARALHICE É ESTA?!
Anne Marie, com um guincho estrídulo, arremessou o corpo para trás, de braços abertos, parando-lhe a queda a parede lateral. Naomi não teve a mesma sorte; com um similar berro, atirou as pernas para trás e descreveu uma parábola até ao chão.

-FILHA DA PUTA, Maddie, o que é que andaste a fumar?! Merda, não andes aí a pregar cagaços nas pessoas! - Naomi levantou-se trôpegamente, agarrada ao rabo e aos joelhos. Anne Marie não dizia uma palavra, para além de arfar e dividir os olhares fugazes entre as outras duas.

-CALOU. - Articulou Maddie, de olhos vidrados no ecrâ - Por que PIROMBAS AVOANTES é que andam a ver PORNO GAY na internet, suas ARROMBADAS?!

-Não é porno! - Argumentou Anne Marie, recuperando num estalo a consciência. - Nem sequer é vídeo!

-Oh, então permitam-me reformular: PORQUE É QUE VOSSAS FILHASDAPUTEZA ANDAM A VER PORNO GAY EM QUADRINHOS NA INTERNET?!

-Tem nome, sua abécula. - Naomi levantou a cadeira e sentou-se a medo, não fosse ter partido alguma coisa nas estruturas ergonómicas do assento, e voltasse ao chão assim que lhe colocasse peso em cima - Chama-se...

-Yaoi! - Vibrou Anne Marie, baixando a página com o mouse, e esperando que a nova página carregasse.

-QUIETAS! NINGUÉM MEXE NESSA PORRA DESSE MOUSE!

-Deixa de ser psidrónia, não gostas, não vejas, mas não nos estragues a festa! - A mais alta levantou Maddie pela cintura e arrastou a sua figura esperneante para uma cadeira almofadada. - Vá lá, vais dizer que nunca viste!

-Não porno gay! Vocês por acaso são lésbicas, para andarem a ver essa putaria homossexual?!

As outras duas entreolharam-se, face a tão descabido raciocínio.

-Esperaí, explica-me isso. - Anne Marie avançou, deixando relutantemente de olhar para o monitor - Nós gostamos de ver dois HOMENS a pegarem-se, então significa que gostamos de MULHERES?! Mas que porra?

Ao perceber a bacorada que acabara de dizer, Maddie limitou-se a abanar a cabeça, como que a esborratar o assunto, e começou um monólogo sôfrego:

-Eu não acredito nisto! Duas amigas, irmãs de coração, a ver porno gay aos quadrinhos...

-Yaoi. - Interrompeu Anne Marie pela enésima vez.

-...essa porra, na internet. Mas o que é que eu fiz?! A Naomi já eu sabia, anda a dever á inteligência e ao bom-senso desde que nasceu, mas tu, Anne Marie? Eu pensava que eras a única criatura minimamente decente aqui! Foi a Naomi, não foi?

-Sim, foi ela que me mostrou.

-E assim, essa deturpadora de mentes inocentes anda a arrastar puras e sãs rapariguinhas para o seu poço de taradez. A obrigá-las a ver essas...

-Ela não me obrigou! - Esganiçou - Ela disse o que era e eu quis ver. E gostei!

-...diretrizes para o Inferno COMASSIM GOSTASTE, SUA PERVERTIDA DO CACETE. É PORNO GAY! HOMEM COM HOMEM! - Respirou fundo e retomou, numa pose de oradora evangélica - É pau no cu! Pau eu todo o sítio menos onde devia estar!

-Não é só no cu. - Esclareceu Naomi, ainda agarrada, ironicamente, ao traseiro magoado - Também dá na bo...

-CA-LOU. Não quero detalhes!

-Ah, queres sim.

Naomi abriu um sorriso macabro, seguida de Anne Marie. A expressão de indignação de Maddie rapidamente transmutou para um esgar horrorizado.

-Minha filha, os teus pais não te ensinaram a não dizer que não gostas antes de provar? - Naomi provocou.

-Aproxima isso de mim e é hoje que aprendes a voar.

-Então, fazemos assim: - Anne Marie era mais doce; rapidamente abandonou aquele sorriso característico das taradas, como Naomi, e fez de conciliadora - Vês até á parte do sexo. Quando se começarem a amassar, a gente tira. Se quiseres continuar a ver, voltamos a pôr, Se não, fica por aí. Combinado?

Apesar de confiar na rechonchuda, era a magrela que lhe preocupava. O que é que lhe garantia que Naomi não lhe amarrava á cadeira, imobilizava a cabeça e cortava as pálpebras quando chegasse o tal momento?No entanto, guardou a pergunta para si, e acedeu.

-Vá, tudo bem. Mas nada de putaria. Ao menos ainda não me vieram com quadrinhos de lésbicas. - Ironizou.

-Yuri? Já vi, mas não gosto. - Informou Naomi, o que fez as outras rodarem a cabeça a quase trezentos graus na sua direção, de olhos palpitantes.

-O que foi? Não se diz que gosta sem se provar.

Se Maddie veio a partilhar o gosto das amigas, ainda hoje é um mistério. Não para Naomi, que mantém plena certeza que aquela pendrive cinzenta que Maddie não cede nem ao Papa pintado de ouro, é na verdade o seu reportório pessoal. A dúvida paira, e a vida continua em Pleasant Sky.


Última edição por Ylerinn em Sab Out 27, 2012 12:24 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Sex Out 26, 2012 3:35 pm

Athena escreveu:Seria melhor não voltares lá. Um conselho de amiga. xD

Eu não, mas o meu gang não acredita nas minhas teorias da conspiração, e não quer andar mais cinquenta metros para ir á outra pastelaria. Abéculas, arriscam-se a algum dia serem metidos num forno. Eu é que depois não os vou lá salvar xD
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Athena em Sex Out 26, 2012 3:37 pm

Realmente.
Evita comer coisas com carne então. É melhor.
avatar
Athena
Brontë
Brontë

Localização : Madeira

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Sex Out 26, 2012 3:42 pm

Fá-lo-ei. Bolinhos empacotados e ucal FTW xD produto alimentício onde aquelas mãos toquem, DO. NOT. WANT.
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Athena em Sex Out 26, 2012 4:09 pm

Sem dúvida!

OFF/ Gostei da tua sign.
avatar
Athena
Brontë
Brontë

Localização : Madeira

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Fox* em Sex Out 26, 2012 5:17 pm

Hahahaha, yaoi! Oh God, o que a outra foi inventar!
Cada palavra que ela dizia abria-me um sorriso enorme na face! Só faltava o hábito de freira, tal era a sua surpresa/nojo/descrença/nojo/vergonha/nojo! xD
O que eu ri! Lembrava-me um amigo meu (talvez mais educado - not complaining! :)) quando ouviu falar disso!
Que riso! Muito bom o texto, super divertido!

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Sab Out 27, 2012 12:30 pm

Athena escreveu:Sem dúvida!

OFF/ Gostei da tua sign.

*PartyHard* xDD


Fox* escreveu:Hahahaha, yaoi! Oh God, o que a outra foi inventar!
Cada palavra que ela dizia abria-me um sorriso enorme na face! Só faltava o hábito de freira, tal era a sua surpresa/nojo/descrença/nojo/vergonha/nojo! xD
O que eu ri! Lembrava-me um amigo meu (talvez mais educado - not complaining! :)) quando ouviu falar disso!
Que riso! Muito bom o texto, super divertido!

Haaai, obrigada xD Yaoi, o meu agora compartilhado vício. Juro, a freira da gaija é uma das pessoas mais difíceis que alguma vez tentei converter para o meu poço de decadência. E eu já consegui fazer rapazes admitir que o yaoi até tinha a sua graça, portanto ela é MUITO difícil.
É normal que o teu amigo seja mais educado, ninguém consegue ser mais boca-de-sanita que a Maddie xDD Mas ver pessoas a reagir adversamente ao género é sempre divertido :3
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Athena em Sab Out 27, 2012 4:56 pm

A Naomi anda a cair nas modas. xD
Foi uma capítulo estupidamente divertido. Ri imenso com as situações. Mas quem diria que a Maddie era assim tão púdica?
Veremos se ela consegue escapar...

(Desculpa, só vi o capítulo agora.)
avatar
Athena
Brontë
Brontë

Localização : Madeira

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Ylerinn em Seg Out 29, 2012 8:00 pm

A Naomi é uma fã afincada, atenção xD
Nem eu sabia dessa faceta freirística da dona Maddie. Yesss, consegui fazer gente rir, o meu dia está feito x3
Não escapa. São duas contra uma, fora as que estão para vir xD
(não faz mal, obrigada por comentares :D)
avatar
Ylerinn
Balzac
Balzac

Localização : Na floresta do Slenderman. (...ele está atrás de mim, não está?)

Histórias Publicadas : -----------

http://terceiraportaesquerda.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por IceQueen em Seg Out 29, 2012 10:16 pm

Ahah, gostei :D Divertido e fácil de ler. Ficarei à espera de novos capítulos ;)
avatar
IceQueen
Andersen
Andersen

Histórias Publicadas : -----------

http://mylifeasanunusualgirl.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Avenida de Pleasant Sky

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum