FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Obstáculos do Amor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Obstáculos do Amor

Mensagem por deusa_tata em Qui Ago 02, 2012 1:38 pm



Sinopse

Maria era
uma pessoa alta, loura de olhos azuis e muito bonita por sinal. Ela era também
uma pessoa simples, inteligente e muito culta, mas por vezes também resmungona
e mal-humorada. Embora que ela por dentro também era meiga, querida e sensível,
mas raras eram as vezes que ela o demonstrava.
Ela ia a
Alemanha passar uns tempos com a sua prima Anna, que já não via a algum tempo,
para estudar na faculdade Alemã, o que a ajudava a melhorar a língua.
Lá, ela
começa uma vida nova, cheia de pessoas novas na sua vida, onde decerto esta
viagem não ficaria esquecida, e sim marcada para toda a vida.



Última edição por deusa_tata em Seg Ago 06, 2012 4:19 pm, editado 2 vez(es)
avatar
deusa_tata
Andersen
Andersen

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Obstáculos do Amor - 1º Capitulo

Mensagem por deusa_tata em Qui Ago 02, 2012 1:57 pm

Obstáculos do Amor - 1º Capítulo

Maria era uma pessoa alta, loura de olhos azuis e muito bonita por sinal. Ela era também uma pessoa simples, inteligente e muito culta, mas por vezes também era resmungona e mal-humorada. Embora que ela por dentro também era meiga, querida e sensível, mas raras eram as vezes que ela o demonstrava.
Ela ia a Alemanha passar uns tempos com a sua prima Anna, que já não via a algum tempo, para estudar na faculdade Alemã, o que a ajudava a estudar melhorar a língua.
** No Aeroporto**
Atrasada para o meu voo lá ia eu caminhando de um modo apressado. Após vários encontrões consegui chegar ao cheek-in e embarcar. Assim que o avião levantou voo eu aproveitei para descansar um pouco depois daquele stress. Embora eu tenha tentado adormecer, eu não consegui, então aproveitei para apreciar a paisagem, que era linda vista do céu. Pouco tempo depois o avião já tinha aterrado e eu estava de novo em terra, o tempo tinha passado rápido.
De novo lá estava eu no meio daquela confusão tentando chegar ao cheek-out, para o fazer e depois ir embora, pois o avião tinha-se atrasado, e eu já estava atrasada novamente. A minha prima já deveria estar à minha espera no carro, porque eu tinha-lhe dito que não era preciso ela vir me buscar cá dentro. Já no fim de fazer o cheek-out ia outra vez atravessando o aeroporto pela confusão, para tentar chegar a porta. Tamanha era a confusão, que mal conseguia ver a porta, mas era normal pois estávamos no meio do Verão. Era um pouco cedo para eu vir para a Alemanha, mas eu queria conhecer um pouco o país antes de ir para as aulas. Aos empurrões lá ia eu em direcção a porta, quando alguém se pôs mesmo à minha frente impedindo-me de passar.
- Olhe, pode-me deixar passar por favor? – disse eu para o rapaz que estava de costas falando ao telemóvelr, e quando ele se apercebe que eu estava a falar com ele, ele desliga o telemóvel e vira-se para mim.
- Oi, me desculpe, mas sabe como é o mundo dos negócios.
- Pois, o seu e de toda a gente, né?
- Sim mas sabe que o meu é diferente.
- Ah sei? Porquê? – disse eu reparando que a cara dele não me era estranha.
- Então? Ora? Você não me conhece?
- Eu não! Porque haveria de saber quem é você?
- Você estar a brincar, certo?
- Não , não estou a brincar, mas já estou a ver que você pensa que é o dono do mundo, para pensar que toda a gente te conhece!- Disse já irritada - Saia mas é da minha frente e deixa-me passar.
- Mas…
- Tchau disse eu empurrando-o da minha frente e deixando-o pasmado a olhar para mim. Quando finalmente cheguei a porta de saída avistei logo o carro da minha prima. Aproximei-me do carro, e assim que ela me viu, ela saiu logo do carro.
- Oi Maria, está tão crescida!
- Olá prima, já o mesmo não posso dizer de ti, tu estas na mesma! Desculpa o meu atraso, mas o avião atrasou-se e depois estava uma grande confusão para fazer o cheek- out, sabes como é, estamos em Agosto e toda a gente está a querer ir de ferias. Já para não falar que depois encontrei um convencido que me estava a impedir de passar e depois ainda ficou a gabar-se da sua popularidade à minha frente. E depois ficou muito chocado por eu não o conhecer, eu realmente reconheci a cara dele de algum lado, mas ele é um convencido!
- Ei rapariga, já vi que tu entraste em grande aqui na Alemanha. Mas afinal quem era o rapaz? Tu descobriste?
- Não! Mas também nem me interessa quem ele é! Ele é um convencido!
- Ui mas serviu para te deixar irritada!
- Ele tirou-me o resto do meu bom humor!
- Deixa isso para lá, porque e trato de o pôr em ti de novo.
- Não sei como…
- Eu digo-te, vamos as duas às compras esta tarde, e vamos lá almoçar também, no final de tu pôres as tuas coisas lá em casa. Eu arranjei-te um quarto bem fixe.
- Hum, que bom. Muito obrigada.
- De nada querida. Então vamos embora?
- Sim – respondi eu pondo as minhas malas na bagagem do carro. Seguidamente sentei-me no banco da frente do carro, ao seu lado, e fomos embora dali.
* * Tom no aeroporto * *
- Ei, Tom estou a falar contigo! Tu estas na Lua ou quê? – dizia Bill empurrando-me.
- An? Ah Bill desculpa. O que estavas a dizer?!
- O que se passa contigo? Tu estas bem?
- Sim, estou!
-Ah, é que não parece.
- É só que, uma rapariga não me reconheceu.
- An?! Mas tu conhecia-la de algum lado?
- Não.
- Então porque haveria ela de te conhecer?!
- Ora então porque eu sou guitarrista dos Tókio Hotel! Ou melhor, o bonzão dos Tókio Hotel!
- Ah, e tu achaa que por seres o guitarrista dos Tókio Hotel toda a gente te conhece?
- Não mas ela ignorou-me por completo, nem quis saber quem eu era.
- Ah, então é isso, tu não suportas a ideia de teres sido ignorado por uma rapariga, ah ah ah, pela 1ª vez uma rapariga ignorou-te.
- É! E isso não pode acontecer! Ainda por cima ela era linda!
- Ui acho que ela te deixou apanhado! Ah ah ah!
- Ei, não exageres Bill! Isto é mais um desafio para mim, ela desafiou-me e agora eu tenho de encontrar esta rapariga outra vez!
- E depois eu é que exagero né?! Tom ela pode nem ser daqui!
- Ah, não interessa, eu tenho de a encontrar!
- Ai Tom, quando é que tu atinas?!
- Não sei, mas minha previsão é nunca!





Olá, aqui está o primeiro capítulo da minha fanfic, espero que gostem :)
Beijinhos e boa l
eitura,
Deusa Tata
avatar
deusa_tata
Andersen
Andersen

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum