FanFic Nacional
Inscreve-te no fórum para teres acesso a comentários, galerias e votações.

Untitled

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Untitled

Mensagem por Haneul em Sab Jun 02, 2012 11:00 pm

Olá!
Como vão notar... Esta one shot aborda varios temas... mas no fundo trata-se apenas de um.
Foi feita num momento de tédio/inspiração portanto espero que tenha saído algo de jeito.
E não... eu para já ainda não encontrei um titulo...
Mas enfim... Aproveitem. ^^



-Bom dia. Sente-se se faz favor.
A sua voz como sempre era contida. Nunca se sabia o que lhe passava pela cabeça.
Caminhei através da pequena sala, que era o consultório, mas para mim era quase como uma segunda casa pois passara ali todas as semanas durante muitos anos.
Agora devem-se estar a perguntar o porquê de eu ter lá passado tanto tempo? Teria sido algum distúrbio? Alguma depressão? Alguma doença? Era demasiado rebelde, com dupla personalidade? Ou qualquer coisa desse género?
A resposta é não.
Eu não era nenhuma louca ou algo assim. Era apenas uma pessoa normal. Com problemas normais, mas que procurava arranjar uma solução. Um motivo para continuar nesta vida. Um motivo porque todas as coisas acontecem. Queria compreender.
Deitei-me no cadeirão, daquele cantinho que já conhecia tão bem.
-Muito bem, e o que será hoje? O que lhe passa pela cabeça?
-O que se passa com o mundo?
Perguntei pensativa.
Esta era uma pergunta que me martelava na cabeça há já algum tempo. Mas não tivera razões para a colocar.
-Como assim?
A sua voz demonstrava um pouco da confusão que tivera com aquela pergunta.
Suspirei calmamente e expliquei. Sempre odeio ter que me explicar...
-É, o que se passa com o mundo? Está tudo perdido! Já não existe respeito. Amor já não se vê. O dar, sem esperar receber, só passa de uma miragem.
-Porque diz isso?
-É fácil. Ainda hoje, nos jornais, vi a notícia de um filho que tinha assassinado os pais porque estes não lhe tinham dado o dinheiro que ele pedira. Dinheiro esse que a julgar pela quantia que estava mencionada, só poderia ser para a droga. E ainda na semana passada, aquela mãe que atirou o filho recém-nascido para o lixo? Se aquela senhora não tivesse ouvido o bebé a chorar, certamente estaria morto por esta hora. E aquele ourives que foi morto enquanto tentava defender o que era dele de dois assaltantes juvenis, que lhe invadiram a loja num momento de tédio?
-Entendo onde quer chegar. Mas veja. Também há coisas boas a acontecerem. Não somente as más.
-Eu sei que sim. Mas não seria melhor todo este mal simplesmente não existir? Quero dizer. Ninguém sentiria esta alta crise, estes assaltos e roubos, estas mortes, este vandalismo e até o terrorismo.
-Hum... Continue.
Lembro-me de ter suspirado e fechado os olhos naquela altura.
-A verdade é que o respeito e a educação são coisas cada vez mais raras nos dias de hoje. O amor então é algo que já nem se vê praticamente. Já vão longe os tempos em que as crianças poderiam brincar nas ruas sem o medo de serem raptadas, violadas, abusadas. Já lá vai o tempo em que os filhos respeitavam os pais e respeitavam a sociedade. Em que os pais davam atenção e carinho aos filho e se empenhavam na sua educação. Em que não se levantava a voz a alguém mais velho. Em que os conselhos eram algo valioso. Cada vez mais existe a insegurança, a maldade, o egoísmo e o desprezo. E as florestas? Melhor nem comentar sobre isso. As zonas verdes praticamente nem existem mais. Os animais estão a desaparecer também. Já nem isto se respeita? A mãe natureza! Pois pelo que se vê, cada vez ela morre. Ninguém se importa com a poluição, e quem fala que sim, mente. Basta ver a quantidade de lixo que existe no chão. Pelas ruas. Nas praias. É horrível, mas é a verdade. Infelizmente.
A psicóloga pousou o pequeno bloquinho de notas onde tinha estado a escrever desde o início da consulta e olhou-me atentamente.
-Continue por favor.
Anui.
-E o amor? Hoje em dia já nem se liga a isso. As pessoas pensam que amar é ir para a cama e nunca mais olhar na cara. Acho que só se deve dizer “eu amo-te” quando realmente se sente isso. Mas é só a minha opinião. O que parece, que não é partilhado por todos os outros. Quantas raparigas de apenas 11 ou 12 anos, andam por ai a dizer que sofrem de amor? Eu com tal idade não me importava assim com esses tipo de problemas. E miúdas de 14 ou 15 anos, até mesmo mais novas, grávidas!? Não é algo normal. Não deveria de acontecer. E a culpa não é inteiramente dos pais. Elas e eles, também têm a sua quota na responsabilidade. Afinal, ninguém os foi pôr nus na cama, juntos. Fizeram porque quiseram.
Fiquei calada durante um tempo. E comecei a mexer nas mãos sem sentido aparente.
-Só queria que as coisas fossem melhores. Sem todos estes dramas. Sinceramente, acho que a sociedade caminha cada vez mais rápido para a autodestruição.
Olhei para a psicóloga e notei o seu olhar curioso e pensativo. E finalmente terminei.
-Diga-me. O que se passa com o mundo. O que se passa com a humanidade? Onde é que isto nos vai levar?
avatar
Haneul
Homero
Homero

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Helvanx em Sab Jun 02, 2012 11:09 pm

Olá! Bem... Não tenho vindo aqui muito por causa dos exames que estão à porta...
Agora falando da OS que temos aqui em cima...
Eu achei interessante... Parece uma espécie de alerta ou aviso para todos nós, que prejudicamos o cada vez mais o nosso bem-estar e a saúde do nosso dia-a-dia... Achei que estava bem escrita. Bem, em conclusão adorei! :D
avatar
Helvanx
Joyce
Joyce

Localização : Algures no mundo!

Histórias Publicadas : -----------

http://fuckingandnothingspecial.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Fox* em Dom Jun 03, 2012 9:54 am

Adorei o teu texto, Haneul! Foste tocar em vários pontos que eu discuto e reflito todos os dias! Adorei principalmente o momento em que falaste sobre o amor e as crianças de doze ou treze que "sofrem por isso"! Concordo inteiramente contigo quanto ao facto de estarmos perdidos e de caminharmos para a autodestruição. Apesar de ainda haver boas almas por aí, que nos fazem acreditar, por segundos que seja, que ainda pode haver salvação, a verdade é que precisas de um grande choque para recuperares uma ínfima percentagem dos valores morais antigos.
Não estou, com isto, a dizer que agora estamos piores que antigamente (porque antigamente estes casos também existiam, mas a informação não nos chegava), mas não estamos melhor...

Ok, sem dúvida que gostei do teu momento de reflexão!

Fox*
Moderadora
Moderadora

Localização : Debaixo da Cama

Histórias Publicadas : -----------

http://aroundmylittleworld.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Snoopy em Seg Jun 04, 2012 2:56 pm

Hallo, hallo.
Adorei a maneira como escreves e os temas que pegaste. Os temas directa ou inderectamente estão ligados. Acho que algumas pessoas pensam como tu, eu sou uma delas. O antigamente não era tão melhor como agora, na minha opinião, apenas existiam outros costumos e outros abitos.
Tens que postar mais coisinhas destas!

____________________________
‎"Caro homofóbico: para cada gay que existe sobram para ti duas mulheres. Portanto, se mesmo assim os gays ainda te incomodam, começa a duvidar se tu de facto és hétero."
just saying

Convidado, Longshots originais:
A Minha Vida Dupla - Promessas


My Blog
avatar
Snoopy
Administradora
Administradora

Localização : Portimão


http://coelhojapones.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Haneul em Ter Jun 05, 2012 7:48 pm

Muito obrigada pelos comentários. *-*

Helvanx:
É, eu tentei fazer isso... Mas como já deu para entender a minha mente tem formas estranhas de trabalhar por vezes eheh
Mas muito obrigada por deixares a tua opinião mais uma vez! :D

Fox*:
Antes de mais muito obrigada por teres deixado a tua opinião!
Tentei fazer o meu melhor num momento em que nem pensava, só escrevia tudo o que me vinha a cabeça.
É verdade, o mundo não está assim tão diferente de como era antigamente. Os problemas apenas tomaram uma dimensão maior e foram mais noticiados. Antigamente eram mais escondidos da sociedade.
Sim, ainda há boas almas por ai, são raras, mas há.
Ok, e sem dúvida que te deixo um ENORME obrigada pelo comentário e pela opinião. *-*

Snoopy:
Muito obrigada mana! Ainda bem que a minha maneira de escrever agrada a alguém :P
Verdade, tal como falei em cima para a Fox, o antigamente era na realidade muito parecido a agora, só que estes assuntos não eram expostos assim tão facilmente.
Vou tentar ok? Depende se chegarem a haver mais destas tardes em que me vêm coisas assim à cabeça.
Muito obrigada por teres comentado! :)
avatar
Haneul
Homero
Homero

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Andy Girl em Sab Jun 16, 2012 2:02 am

Olá! Realmente abordaste vários assuntos de uma forma bastante interessante. Eu gostei, mas tenho de dizer uma coisa: Eu sou contra deitar lixo para o chão e obrigo a quem está comigo a não o deitar!
XD
Fico há espera de mais histórias!
Beijinhos!
avatar
Andy Girl
Camões
Camões

Localização : Num Lugar Chamado Sonho

Histórias Publicadas : -----------

http://cantarsentimentos.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Haneul em Qua Jun 27, 2012 12:45 am

Antes de mais desculpa pela demora em responder. Mas obrigada por comentares!
Acabas-te de dizer que tenho um ponto de vista interessante... Obrigada xD
ahahah Somos duas então! Também não gosto de ver lixo no chão. Acho pouco higiénico e uma falta de respeito para com os outros e falta de civismo. Portanto ao meu lado, nada de lixo no chão! xD
Vou tentar escrever mais. Obrigada.
avatar
Haneul
Homero
Homero

Histórias Publicadas : -----------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Untitled

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum